O que é MDM e porque sua empresa precisa disso

O QUE É MDM - MOBILE DEVICE MANAGEMENT

MDM é uma sigla em inglês para mobile device management. Trata-se de um sistema, que permite gerenciar o uso de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, amplamente adotado por grandes empresas que precisam monitorar, remotamente, o uso dos seus dispositivos.

Como a tecnologia móvel se popularizou, hoje empresas de todos os tamanhos já utilizam equipamentos como smartphones e tablets para executar suas atividades. Seja para equipar sua força de vendas, sua equipe de entregas ou para ações específicas de trade marketing, por exemplo, a mobilidade tem se tornado uma peça-chave para dar o dinamismo essencial à competitividade. Mas logo nas primeiras experiências, começam a surgir problemas. O dispositivo adquirido foi pensado para rodar o aplicativo específico da empresa e eventualmente, alguns outros apps, como e-mail e Whatsapp, por exemplo. Na análise técnica, a bateria dele deveria aguentar um dia inteiro e a memória deveria suportar com folga as necessidades. No entanto, na hora da operação a bateria acaba mais cedo do que deveria, o dispositivo começa a travar quando abre o aplicativo da empresa, o plano de dados dimensionado para suportar o mês inteiro começa a estourar, além de outros problemas.

Assim as reclamações começam a chegar:

“Esse equipamento não é bom!”

“Viu? Ficaram economizando e nos deram esses aparelhos que não funcionam direito.”

“Não fiz o registro porque o aplicativo não abre.”

“A internet não é suficiente para o que eu preciso!”

E assim por diante. Esse cenário lhe parece familiar?

Enquanto isso ocorre, a empresa perde. Perde em produtividade, perde tempo e principalmente, perde dinheiro, com o desperdício do tempo do colaborador e da equipe de suporte.

O colaborador precisa ir até a empresa para o analista de suporte pegar o dispositivo e ver o que está acontecendo. E lá estão os culpados! Facebook, chat do Facebook, Candy Crush, Pokemon Go, fotos da paisagem, do gatinho e a selfie que consomem memória, bateria e dados ao enviar via Whatsapp. Só podia explodir, pois o dispositivo não foi dimensionado para suportar essas aplicações e tampouco esse tipo de uso. Os apps são removidos e o colaborador orientado a não instalar novamente. Testes, tudo funcionando e vida que segue. Até que alguns dias depois, o stress recomeça.

Nesse cenário, o gerenciamento de dispositivos móveis entra como a melhor solução. E com a popularização das ferramentas em nuvem, o processo de aquisição e implantação está mais acessível e fácil de executar do que nunca.

Ao realizar o enroll de um dispositivo com o sistema, o analista de suporte pode definir quais os aplicativos serão permitidos e quais serão bloqueados, impedindo a instalação direta por parte do colaborador. Além disso, ele pode restringir o uso de recursos que não são necessários, por exemplo a câmera. Os sistemas de MDM também permitem a distribuição dos aplicativos da empresa remotamente e o controle de versões, para saber quem está com a versão atualizada e quem ainda precisa atualizar.

Essas são apenas algumas razões pelas quais sua empresa, independente do tamanho, precisa de um sistema de MDM.

Mas não temos tempo e nem gente para monitorar. O que fazer?

Existem diversas empresas especializadas em prestar serviços de MDM, desde a implantação até o monitoramento. O cloud4mobile, por exemplo, possui parceiros aptos a realizar esse trabalho em todo o território nacional.

Enfim, a tecnologia móvel veio para revolucionar o mercado mas isso só trará mais benefícios do que dificuldades, se a sua adoção for realizada de forma correta. Esperamos que essa publicação tenha ajudado você a compreender um pouco mais sobre a tecnologia do mobile device management.

Veja também: MDM e EMM: afinal, qual a diferença?

O conteúdo foi útil? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *