Custo total de propriedade na mobilidade

Custo total de propriedade em iniciativas de mobilidade

Custo total de propriedade ou TCO (Total cost of ownership) é uma preocupação constante nas empresas. E é correto que seja assim. A contratação de um produto ou serviço, nunca é isolada. Sempre envolve custos diretos e indiretos relacionados, que devem ser analisados na ponta do lápis, para decidir qual a solução mais adequada para o problema que a empresa vive. Quando se trata da gestão da mobilidade empresarial, essa questão ganha ainda mais força. Se você está vivendo o desafio de planejar um projeto de mobilidade, vamos ajudar!

Antes de tudo, é importante você compreender a lógica por trás do tema. Infelizmente, não existem receitas de bolo e o que é bom para uma empresa, pode não ser para outra. Compreendendo o conceito, você poderá adaptar o seu planejamento com o objetivo de atender suas necessidades.

O primeiro passo é esclarecer a razão de uma área solicitar um projeto de mobilidade. A área de TI não pode ser confundida com um garçom, que recebe um pedido, executa e entrega um produto sem entender os motivos. A contratação de soluções baseadas em percepções equivocadas não só gera desperdício como ainda compromete o papel estratégico do setor. Ao contrário, quando a TI entende claramente a necessidade, pode colaborar de forma efetiva para buscar soluções adequadas que resolvam o problema, sem desperdícios.

Para ilustrar, vamos utilizar um exemplo de uma área de vendas que deseja adquirir um aplicativo para automação de sua equipe. Nesse contexto, a TI pode esclarecer alguns aspectos, como:

  • Qual o problema que essa área precisa resolver?
  • Que tipo de aplicativo eles pensaram e por quê?
  • Quem vai utilizar?
  • Como essa equipe trabalha hoje?
  • É necessário desenvolver um app próprio ou existe alguma solução comercial que atenda a necessidade?
  • Qual o nível de capacitação tecnológica das pessoas que irão operar o sistema?

Compreendendo esse contexto, você poderá auxiliar ao gestor da área solicitante a refletir se a adoção de um aplicativo é realmente a melhor solução para o problema dele. Se a resposta for sim, ótimo! Siga o processo de elaboração do custo total de propriedade, para identificar quanto de fato essa iniciativa vai custar para a empresa. Essa análise permitirá refletir sobre o custo x benefício da iniciativa. Por outro lado, se surgiram dúvidas, é melhor pesquisar um pouco mais, pois pode ser que uma solução até mais simples possa resolver o problema de forma eficiente.

Indo adiante, entendemos que para que essa equipe utilize o tal aplicativo, existem uma série de custos diretos e indiretos que precisam ser avaliados. São eles que irão compor o custo total de propriedade. Alguns exemplos:

Custo de aquisição do software final:

  • O app será desenvolvido ou contratado?
  • Quantas licenças/assinaturas serão necessárias?
  • Se for um app comercial, há necessidade de customização? Qual o custo dessa customização?

Custo de aquisição ou alocação de dispositivos móveis:

  • Que requisitos o aplicativo escolhido precisa para funcionar corretamente?
  • Qual o tipo de dispositivo, marca, modelo e versão de sistema operacional ideais para atender essa necessidade?
  • Esse dispositivo comportará a evolução da aplicação nos próximos *dois anos?
  • Ele utilizará um banco de dados?
  • O servidor deverá ser hospedado internamente ou será utilizado em nuvem?
  • Se internamente, quais os requisitos em nível de hardware e software desse servidor?

Custo de implantação:

  • Quem são as pessoas necessárias para a etapa de implantação dessa solução?
  • Quantas horas, aproximadamente, serão necessárias para essa etapa (calcule o investimento de tempo também)?
  • O fornecedor pré-selecionado auxilia na etapa de implantação?
  • Qual o custo de implantação se terceirizada?
  • Esse aplicativo depende de outro software para funcionar corretamente? Se sim, qual o custo do software relacionado?

Treinamento:

  • Haverá treinamento para a equipe que utilizará o aplicativo?
  • Quantas horas serão necessárias para capacitar essa equipe?
  • Esse treinamento tem algum custo?
  • Haverá treinamento para a equipe de TI prestar suporte?
  • Quantas horas são necessárias para capacitar essa equipe?
  • Esse treinamento tem algum custo?

Esses são apenas alguns exemplos do que pode compor o seu custo total de propriedade para a adoção de um aplicativo de negócios. Não esqueça de incluir na sua conta a aquisição de um software de mobile device management (MDM). Ele será essencial para garantir que todo seu investimento não vá pelo ralo, por causa de uso indevido dos equipamentos. E para analisar o software de gerenciamento de dispositivos móveis, a mesma análise deverá ser feita.

O conteúdo foi útil? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *